O que você precisa saber sobre clareamento dental

maio 14, 2010
O tormento do mau hálito
maio 19, 2010

O clareamento dental é recomendado para qualquer pessoa insatisfeita com a cor de seus dentes. Existem muitos mitos sobre o clareamento dental. Contrariando o que muitos pensam, não é necessário esperar que os dentes estejam manchados ou escuros demais para optar por um clareamento. Algumas manchas podem ser removidas apenas com profilaxia, porém para alteração de cor somente o clareamento é eficaz.

Todos os tipos de clareamento seguem o mesmo princípio:  a ação de um gel (peróxido de hidrogênio ou carbamida ) em diferentes concentrações, que libera oxigênio para este alterar a cor do dente.

O gel não é abrasivo, nem enfraquece os dentes. Quanto maior a sua concentração, mais rápido pode ser o clareamento. Mas a aplicação desse gel em altas concentrações só pode ser feita em consultório dentário, pois existe o risco de queimar as mucosas, havendo, portanto, necessidade de cuidados especiais.

O maior de todos os mitos em relação ao clareamento é o fato dos peróxidos (material usado) serem potencializadores de tumores cancerígenos.  Na verdade eles são, mas apenas em concentrações acima de 50%. Nos consultórios dentários a concentração utilizada é de 35% e não há nenhum contato do produto com tecidos moles ou mucosas. Na literatura médica nãio existem relatos de problemas associados a tratamentos clareadores.

Existe também o clareamento caseiro feito com baixa concentração e moldes de silicone. Para apresentar resultados, o tratamento caseiro demora 15 dias e o uso do gel e da moldeira varia de 1 a 6 horas por dia. Os tratamentos feitos em consultório pedem pelo menos 2 sessões de cerca de 1h30.

Cada paciente responde ao tratamento de forma diferente. O resultado é variável.Depende da resposta biológica de cada um.

Quanto a alimentação durante o tratamento, recomenda-se evitar alimentos pigmentados. No tratamento caseiro é melhor esperar pelo menos duas horas de intervalo para ingerir alimentos e bebidas como café, refrigerantes, vinho tinto, suco de beterraba e outros.

O efeito dura de 2 a 3 anos. Na literatura, 43% dos casos ficam estáveis por mais de 5 anos.

Dra. Sandra Prata
Dra. Sandra Prata
CRO 29087 Diretora e Fundadora da clínica Prata Odontologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buy now